Saltar para conteudo
Visitar TBA
Anterior Anterior
02 - 07 Julho
Patrícia Portela

Parasomnia

5€
Performance
(Quase) TBA

02 - 07 Julho

2 a 7 julho terça a domingo
21h às 00h (última entrada: 22h30)


Duração aprox.: 1h45
Última entrada na instalação 22h30
Em português e inglês

Performance
(Quase) TBA
Preço 5€ Preço Único
Reservatório da Mãe d'Água das Amoreiras
Duração 1h45

Classificação Etária:

M/16

Espaço, Texto, Imagens Patrícia Portela
Murais vídeo antecâmara Irmã Lucia efeitos especiais
Iluminação Leonardo Simões
Violino Elisabeth Drouwé
Espaço sonoro antecâmara Christoph de Boeck
Edição Isabel Garcez
Vozes Célia Fechas e Thiago Arrais
Performers Patrícia Portela, Célia Fechas, Mónica Coteriano, Leonor Barata e Anton Skrzypiciel
Refeição soporífera Annick Gernaey
Joias Alda Salaviza
Bancos de espera João Gonçalves
Construção dos bancos de espera Leonel & Bicho
Construção da banheira Daniel Neagoe, Atelier Pica-Pau
Produção Prado, Associação Cultural
Coprodução Prémio SONAE/Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, Kaaitheater, Festival de Artes de Macau, Maria Matos Teatro Municipal – Temporada 2017-2018

“O sono é a última forma de atividade humana por rentabilizar e está violentamente ameaçado por um mundo em que as divisões entre a noite e o dia, o descanso e o trabalho, estão a desaparecer.”

                                                                                                                              Megan Heuer

 

Fui em tempos campeã da eficiência enquanto artista até ter uma filha insone nos braços. Perdi o controlo sobre os prazos, os dias, os objetivos. O que não pode ser controlado, obriga-nos a perder tempo. A não saber para onde nos vai levar o que queremos tanto. O problema é privado, mas a opção de resistirmos à compulsão de lucrar com cada segundo de vida é política. Foi quando, rendida, estacionei o meu veículo-vida à beira da estrada, que passei para o outro lado do espelho; pulei para dentro do buraco de um novo coelho. E enquanto caía, adormeci.

Patrícia Portela

 

Parasomnia consiste numa instalação-performance espalhada por diversas salas onde se promove a estimulação da produção de melatonina, os vapores de sonolência apropriados à indução de um sono propício à prática do sonho lúcido, a desaceleração dos corpos e o arrastar das vidas.

Este teatro tem esta newsletter
Fechar Pesquisa