Saltar para conteudo
Visitar TBA
Anterior Anterior
29 Março - 06 Abril
Ant Hampton e Tim Etchells

Not to Scale

Brotéria
Teatro

29 Março - 06 Abril

terça a quarta
Semana: sessões de 15 em 15 minutos, entre as 17h e as 19h45
Fim de semana: sessões de 15 em 15 minutos, entre as 16h e as 19h30

Lotação reduzida: 2 pessoas de cada vez
Disponível em português, inglês, espanhol, alemão e neerlandês

Brotéria: R. de São Pedro de Alcântara, 3

Teatro
Preço Preço único 7€
Brotéria
Duração 50 min.

Classificação Etária:

A classificar pela CCE

Criado por Tim Etchells e Ant Hampton
Desenho de som e Edição Ant Hampton
Voz da versão inglesa Terry O’Connor
Voz da versão portuguesa Joana Bárcia
Produção Ana Riscado
Tradução Francisco Frazão
Gestão Danila – Freitag Agency for the Performing Arts
Difusão e Assistência de produção Anna Chwialkowska
Coprodução Access Point, Dublin Theatre Festival, Teatro do Bairro Alto, Noorderzon Festival
Agradecimentos Isambard Khroustaliov e Lothar Ohlmeier por autorizarem a inclusão de samples do seu álbum Nowhere
Coapresentação Brotéria e Teatro Viriato

Esta apresentação acontece na Brotéria, na Rua de São Pedro de Alcântara, 3, junto ao Príncipe Real.

Condições de acesso
• O uso de máscara é obrigatório antes, durante e depois da sessão.
• Solicitamos que desinfete as mãos à entrada e adote as medidas de etiqueta respiratória.
• Mantenha uma distância de segurança e evite o aglomerar de pessoas.
• Traga o seu bilhete de casa ou, caso tenha mesmo de comprar o bilhete na nossa bilheteira, escolha o pagamento contactless por cartão de débito ou MBway.
• Nas entradas e saídas, siga as recomendações da equipa do TBA.

Not to Scale é um espetáculo de autoteatro que leva duas pessoas participantes a partilharem experiências e processos entrelaçados de desenho, apagamento e escuta. Com uma banda sonora a servir de guia, cria-se uma viagem partilhada usando lápis e papel. Rabiscos toscos cedo ganham vida numa cómica e inquietante narrativa ilustrada que joga constantemente com a tensão entre criação e destruição, vida e morte, energia e entropia. Histórias, imagens e ideias aparecem e desaparecem constantemente na página, e começam a desdobrar-se num carnaval lo-fi de possibilidade.

Nas peças de autoteatro há normalmente um dispositivo que funciona automaticamente, e quem participa é simultaneamente intérprete e público. Ant Hampton dedica-se a este género artístico, tendo apresentado em Lisboa The Extra People e outra colaboração com Etchells, The Quiet Volume, sobre a experiência de leitura numa biblioteca. Tim Etchells é diretor artístico da companhia Forced Entertainment e foi Artista na Cidade em 2014.

Para esta estreia nacional, o TBA tem dois parceiros: a Brotéria, que recebe as apresentações de Lisboa, e o Teatro Viriato, que pelas mesmos dias apresenta a peça em Viseu.

 

Este teatro tem esta newsletter
Fechar Pesquisa