Saltar para conteudo
Visitar TBA
Anterior Anterior
25 - 29 Janeiro
Rogério Nuno Costa

MULTIVERSIDADE

AdF.22 – Materializar os Impossíveis
Artes Performativas
Atos de Fala

25 - 29 Janeiro

Exibição: de 25 de janeiro (21h) a 29 de janeiro (21h).

Conferências-performance

Disponível no YouTube do TBA e em www.atosdefala.com.br

Artes Performativas
Atos de Fala Programa Digital
Canal YouTube
Duração 60min

Texto, performance e edição: Rogério Nuno Costa
Sound art e Design gráfico: Jani Nummela

MULTIVERSIDDE é um projeto cofinanciado pelos programas Aalto Arts, Department of Art Grants (Aalto University, Finlândia), Reclamar Tempo (Teatro Municipal do Porto) e Garantir Cultura/Fundo de Fomento Cultural (Portugal).
Residências: Kallio Stage (Helsínquia, 2020) e CAMPUS Paulo Cunha e Silva (Porto, 2021). Apoio: Rua das Gaivotas 6 (Lisboa). Laboratórios: ArtEZ University of the Arts (Arnhem), Circular – Festival de Artes Performativas de Vila do Conde, E-motional | Re-Thinking Dance (Bucareste), Arthouse/Aalto University (Espoo), Porta33 (Funchal), Creative Commons Global Summit (Toronto), Núcleo de Investigação em Estudos Performativos da Universidade do Minho (Guimarães), Centro em Movimento (Lisboa).
Apoio à produção: Ballet Contemporâneo do Norte | Artista Associado (Sta. Maria da Feira).

O projeto global será concluído em 2023 com uma publicação retrospectiva e a edificação física de uma “multiversidade” (precária, temporária e peripatética) nas cidades do Porto e Helsínquia.

Desde 2011, Atos de Fala tem-se afirmado como uma plataforma experimental devotada ao desenvolvimento do formato conferência-performance e das suas diferentes relações entre corpo, matéria e texto. Nesta edição, AdF realiza sua programação num formado online, selecionando a programação a partir de uma open call que decorreu em novembro 2021 e que incidiu especialmente na região ibero-americana. AdF.22 – Materializar os Impossíveis acontece numa parceria que liga o Teatro Bairro Alto a Santiago do Chile (NAVE) e ao Rio de Janeiro (Centro Coreográfico). Durante este período, as conferências-performance selecionadas serão apresentadas online.

Apoio: IBERESCENA, Goethe Institut – Rio de Janeiro e FAPERJ

MULTIVERSIDADE propõe a produção e apresentação de um discurso especulativo e “pós-ficcional” que ambiciona a previsão do futuro da Universidade através do exercício queer da falha, enquanto dispositivo de resistência (anti-corporativa/capitalista e anti-heteronormativa) aos atuais modelos hegemônicos de produção de conhecimento.

Apresentada provisoriamente na Rua das Gaivotas 6 em maio de 2021, a palestra-performance constrói-se a partir da teatralização de uma comunicação científica “light”, na senda de uma TED talk de inspiração motivacional para ser difundida acriticamente nas redes sociais, confrontando o status quo da pós-verdade, da massificação e da hiper-especialização. A defesa de uma tese (enquanto performance) estruturada em torno de várias teorias científicas, pseudo-científicas, para-científicas e anti-científicas que efabulam alternativas utópicas aos modelos educacionais ultra-liberais, confrontando-os com a possibilidade de uma “universidade de múltiplos”, uma meta-universidade, ou uma multiversidade.

O projeto consubstancia um dos resultados práticos da bolsa de investigação “Reclamar Tempo” que foi atribuída em 2020 pelo Teatro Municipal do Porto, fazendo a súmula de um conjunto de contribuições e colaborações acumuladas em processos de trabalho experimentais/laboratoriais.

Espetáculo - Ressoar a pergunta: o que vem a ser o Txaísmo?

02 - 06 Fevereiro
Idjahure Kadiwel e Lucas Canavarro

Ressoar a pergunta: o que vem a ser o Txaísmo?

AdF.22 – Materializar os Impossíveis
Artes Performativas
Atos de Fala

Espetáculo - Fóssil

31 Janeiro - 04 Fevereiro
Rita Natálio

Fóssil

AdF.22 – Materializar os Impossíveis
Artes Performativas
Atos de Fala

Espetáculo - Poesia como método de pensamento prático experimental

27 - 31 Janeiro
Miro Spinelli e Francisco Mallmann

Poesia como método de pensamento prático experimental

AdF.22 – Materializar os Impossíveis
Artes Performativas
Atos de Fala

Espetáculo - Conxerta para un bosque (ou de como as formigas soam quando defendem o seu território)

29 Janeiro - 02 Fevereiro
Coletivo MUTANTE interlab

Conxerta para un bosque (ou de como as formigas soam quando defendem o seu território)

AdF.22 – Materializar os Impossíveis
Artes Performativas
Atos de Fala

Espetáculo - Violência Idiota

23 - 27 Janeiro
Carolina Nóbrega

Violência Idiota

AdF.22 – Materializar os Impossíveis
Artes Performativas
Atos de Fala

Espetáculo - MULTIVERSIDADE

25 - 29 Janeiro
Rogério Nuno Costa

MULTIVERSIDADE

AdF.22 – Materializar os Impossíveis
Artes Performativas
Atos de Fala

Espetáculo - (…) e foi assim que os cavaleiros resgataram as princesas sem vender-lhes preservativos

21 - 25 Janeiro
Yenny Paola Agudelo

(…) e foi assim que os cavaleiros resgataram as princesas sem vender-lhes preservativos

AdF.22 – Materializar os Impossíveis
Artes Performativas
Atos de Fala

Espetáculo - Manifesto do Sonho

19 - 23 Janeiro
Wellington Gadelha

Manifesto do Sonho

AdF.22 – Materializar os Impossíveis
Artes Performativas
Atos de Fala
Este teatro tem esta newsletter
Fechar Pesquisa