Saltar para conteudo
Visitar TBA
Anterior Anterior
07 Julho
A Defense of Two-Dimensionality

Fred Moten

Discurso
Programa Digital

07 Julho

qua 7 jul 18h

Streaming disponível no próprio dia em teatrodobairroalto.pt
Em inglês (sem legendagem)

Discurso
Programa Digital
Sala Zoom do TBA
Duração 2h

Organização Paula Caspão | Expanded Practices, Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
*O CET é financiado por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito dos projetos “UIDB/00279/2020” e “UIDP/00279/2020”
Comité Científico Peripatético Paula Caspão, Valentina Desideri

Fred Moten ensina Black Studies, Teoria Crítica, Estudos de Performance e Poética no Departamento de Performance Studies da Universidade de Nova Iorque. É autor de In the Break: The Aesthetics of the Black Radical Tradition e da trilogia consent not
to be a single being
, entre outros. Em coautoria com Stefano Harney escreveu The Undercommons: Fugitive Planning and Black Study, A Poetics of the Undercommons e All Incomplete.

Clique aqui para aceder à Sala Zoom do TBA: https://us02web.zoom.us/j/7723662478

 

A conferência de Fred Moten apresenta-se como tentativa de investigar aquilo a que se pode chamar um afastamento físico relativamente a certas suposições metafísicas que sustentam e minam a insurreição negra e queer. Como um movimento que tenta abordar e habitar o que poderíamos chamar a “aglomeração” da música de Cecil Taylor, nos momentos em que o uníssono dá lugar a uma densa proximidade, ao mesmo tempo que deseja considerar afinidades problemáticas entre as ideias de unidade e separabilidade e o ideal da tridimensionalidade.

A conversa iniciada nesta conferência abre para um workshop – agora reagendado para 2022 – abordando temas da história do jazz como a irrupção da música experimental negra, em intersecção com questões da teoria da liberdade e da teoria queer.

Ambos integram o ciclo Expanded Practices All Over, um espaço de pensamento colectivo organizado por Paula Caspão em torno da diversificação dos usos da expressão “práticas expandidas”.

Este teatro tem esta newsletter
Fechar Pesquisa