Saltar para conteudo
Visitar TBA
Anterior Anterior
29 Novembro
Janez Janša

Experimental Theatre in former Yugoslavia – a case study of the performance Pupilija, papa Pupilo and the Pupilceks and its reconstructions

Histórias do Experimental
Discurso
Programa Digital

29 Novembro

segunda 29 novembro 18h

Conferência
Sala Zoom TBA e streaming disponível no próprio dia em teatrodobairroalto.pt
Em inglês sem tradução

Discurso
Programa Digital Histórias do Experimental
Sala Zoom do TBA
Duração 2h

Apoio: Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (o CET é financiado por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito dos projetos «UIDB/00279/2020» e «UIDP/00279/2020)

O trabalho interdisciplinar de Janez Janša incide sobre a relação entre a art e os contextos sociais e políticos que a rodeia. De 1998 a 2021 dirigiu a Maska, um instituto de edição, produção artística e educação, sedeado em Ljubljana na Eslovénia no âmbito do qual editou uma série de livros sobre dança contemporânea e teatro, sendo também, entre 1998 e 2006 editor da revista do memso nome, especializada em artes performativas. Janez Jansa dirige presentemente o programa de
Solo/Dance/Authorship da University Centre for Dance (HZT) Berlin, onde também ensina. Em 2007, juntamente com outros dois artistas eslovenos, alterou o seu nome para o nome do actual primeiro ministro esloveno, conhecido pelo seu conservadorismo, então já no seu terceiro mandato. Juntamente com Janez Janša e Janez Janša, é proprietário da marca registrada Janez Janša®.

Continuando a proposta de dar a conhecer estudos singulares sobre episódios-chave do experimentalismo nas artes performativas entre a década de 1960 e hoje, esta série está estruturada de forma transnacional e aborda vários contextos, procurando interrogar contaminações dramatúrgicas e estéticas. Neste âmbito, têm lugar na sala Zoom do TBA três conferências em que o presente e o passado se articulam conjuntamente, seja por via de um reenactment de uma performance que é um marco histórico no experimentalismo jugoslavo como propõe Janez Janša na revisitação do que foi o seu trabalho na remontagem de Pupilija, papa Pupilčki and the Pupilceks originalmente de 1969 e reconstruída em 2006; seja na via de um mapeamento da criação experimental britânica contemporânea sob o signo da precariedade, como fazem Maddy Costa e Andy Field na obra Performance in a Age of Precarity.

 

 

Clique aqui para aceder à Sala Zoom do TBA

Pupilija, papá Pupilo e os Pupilceks foi apresentada foi apresentada em 1969 por um grupo de poetas, artistas plásticos, músicos e amadores. Consistia em vinte cenas, incluindo elementos da vida quotidiana, cultura popular, folclore, jogos infantis, dança contemporânea, performance e improvisação. Evento icónico do teatro esloveno das neovanguardas, é uma das suas mais influentes obras performativas experimentais. Introduzindo no teatro uma abordagem interdisciplinar – e juntando elementos comuns a happenings, body art, performance, improvisação, dança contemporânea, quotidiano, cultura pop, teatro ritual, cabaret e protesto político – esta performance constitui um evento chave para a compreensão das artes performativas enquanto área onde diferentes práticas artísticas e sociais se encontram.

Este teatro tem esta newsletter
Fechar Pesquisa