Saltar para conteudo
Visitar TBA
Anterior Anterior
18 - 21 Fevereiro
Sofia Dias & Vítor Roriz

Escala

12€
Dança

18 - 21 Fevereiro

18 a 21 fevereiro
quinta a sábado 19h
domingo 17h

SESSÃO ACESSÍVEL
21 fevereiro 17h
Sessão com audiodescrição e interpretação em Língua Gestual Portuguesa

bilhetes à venda em breve

Dança
Preço 12€
Menores de 25 anos: 5€

Sala Principal
Duração 60 min aprox

Direção artística Sofia Dias e Vítor Roriz
Interpretação Bruno Brandolino, Johan Volmar e Luís Guerra
Desenho de Luz Nuno Borda de Água
Objeto cenográfico Gonçalo Barreiros
Sonoplastia Sofia Dias
Documentação Marta Ramos
Administração e produção Vítor Alves Brotas | Agência 25
Coprodução Teatro do Bairro Alto e A Oficina
Projeto apoiado pela República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes
Apoio à criação O Espaço do Tempo, Câmara Municipal de Lisboa / Pólo Cultural Gaivotas | Boavista, Estúdios Victor Córdon, CAB – Centro Coreográfico Lisboa
Apoio à residência Estúdios Victor Córdon, Alkantara e Forum Dança
Foto S&V

Condições de acesso
• À entrada do Teatro, será medida a temperatura sem registo, enquanto a medida for recomendada pelas autoridades de saúde.
• Tanto no TBA como no c.e.m., é obrigatório o uso de máscara dentro do edifício antes, durante e depois das sessões.
• Desinfete as mãos e adote as medidas de etiqueta respiratória.
• Mantenha uma distância de segurança de 2 metros e evite o aglomerar de pessoas.
• Traga o seu bilhete de casa ou, caso tenha mesmo de comprar o bilhete na bilheteira, escolha o pagamento contactless por cartão de débito ou MBway.
• Coloque as máscaras e outros equipamentos de proteção descartáveis nos caixotes de lixo indicados.
• Nas entradas e saídas, siga as recomendações da equipa do TBA.
• Devido às indicações da Direção-Geral de Saúde, não é possível entrar na sala após o início da sessão ou alterar o seu lugar após indicação do mesmo pela Frente de Sala.

“Todas as nossas ideias de agora parecem-nos do passado, mas o que se passa hoje é demasiado avassalador para que alguma ideia nova o consiga capturar. O que podemos fazer é, através do embate das ideias antigas com o mundo de hoje, tentar vislumbrar uma pista, um indício que nos faça divergir por reação – o que é manifestamente insuficiente. Mas à falta de melhor, por hábito ou necessidade, por teimosia ou insatisfação, por prazer ou melancolia, por não sabermos estar parados ou porque nos parece indecoroso parar, decidimos avançar com este projeto feito de ideias antigas. A ver se em algum momento somos surpreendidos com a inevitabilidade de uma ideia mais adequada a este tempo.”

S&V

Escala é uma peça que encerra o projeto Infiltração de Sofia Dias e Vítor Roriz no Teatro do Bairro Alto. Pretende abranger a ideia de corpo coletivo/social que tem permanecido à margem do trabalho predominantemente em dueto desta dupla. Uma mudança de perspetiva que permite aprofundar lógicas de composição, tomar decisões que escapam aos processos internos do intérprete-autor e expandir para outros corpos aquilo a que relutantemente chamam vocabulário.

Este teatro tem esta newsletter
Fechar Pesquisa