Saltar para conteudo
Visitar TBA
Anterior Anterior
17 Abril
Annalisa Sacchi, Marco Baravalle

Arquivos do Comum: INCOMMON – performing arts in Italy 1959 to 1979

Discurso
Histórias do Experimental

17 Abril

sáb 17 abril 16h45

Em inglês (sem legendagem)
Streaming disponível no próprio dia em teatrodobairroalto.pt

Discurso
Histórias do Experimental
Streaming
Duração 1h30

Apoio: Instituto Cervantes e Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (o CET é financiado por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito dos projetos «UIDB/00279/2020» e «UIDP/00279/2020)

Em abril, o ciclo Histórias do Experimental assume o formato de seminário, com três conferências, focando questões como as instituições, os arquivo, a interligação entre o estético e o político e a contracultura dos longos anos 1960.

Annalisa Sacchi é professora associada da Universidade de Veneza e investigadora principal do projeto INCOMMON. Durante muitos anos, colaborou com a companhia Socìetas Raffaello Sanzio, de Romeo Castellucci, entre outros.

Marco Baravalle é investigador do projeto INCOMMON, na Universidade de Veneza. É ainda membro de S.a.L.E. Docks, coletivo independente que se dedica à relação entre arte, ativismo e gentrificação.

Moderação:

Ricardo Seiça Salgado é antropólogo e performer de formação. Investigador integrado no CRIA-UC explora a contaminação entre a etnografia e as metodologias teatrais.

Clique aqui para aceder à Sala Zoom do TBA: https://us02web.zoom.us/j/7723662478

 

INCOMMON – performing arts in Italy 1959 to 1979 é talvez o primeiro estudo que analisa sistematicamente o campo das artes performativas como resultado de práticas comunais tanto teorizadas como experienciadas ao longo dos anos 1960 e 1970. O projeto dedica-se, em particular, ao estudo da história do “laboratório italiano” enquanto lugar onde a contracultura artística expressa pelas artes performativas se desenvolveu num meio caracterizado por uma relação profunda entre filosofia, política e práticas revolucionárias.

 

Este teatro tem esta newsletter
Fechar Pesquisa