Saltar para conteudo
Visitar TBA
Anterior Anterior
25 Fevereiro
Workshop com Helgard Haug

Academia de Ausentes

Inscrições até 31 janeiro
Artes Performativas

25 Fevereiro

sexta 10h30-17h

Entrada pela Porta de Artistas (Largo Hintze Ribeiro)
Línguas de trabalho: inglês e português

parceria com Goethe-Institut Portugal, no âmbito do projeto ReMapping Memories Lisboa - Hamburg: Lugares de Memória (Pós-)Coloniais

Artes Performativas
Preço Entrada livre (sujeita à lotação) mediante candidatura com parágrafo de apresentação e motivação para o e-mail bilheteira@teatrodobairroalto.pt até 31 janeiro
Sala de Ensaios
Duração 6h

Em parceria com o

Alerta! Na sequência das medidas de combate à Covid-19, para assistir aos eventos no TBA precisa de apresentar um dos seguintes comprovativos:

• Certificado Digital Covid da EU nas modalidades de Vacinação completa, ou de Testagem com resultado negativo (antigénio nas últimas 48h ou PCR nas últimas 72h) ou de Recuperação (há mais de 11 dias e menos de 180 dias).
• Comprovativo de Vacinação completa (Janssen, AstraZeneca, Moderna ou Pfizer) ou de Recuperação emitidos por países terceiros.
• Comprovativo laboratorial de testagem negativa ao SARS-CoV-2 (antigénio nas últimas 48h ou PCR nas últimas 72h).

Não são admitidos autotestes. Crianças até 12 anos estão dispensadas de apresentação de certificado. Crianças a partir dos 12 anos estão sujeitas às mesmas regras dos adultos.

Condições de acesso
• Haverá medição de temperatura sem registo à entrada do espaço.
• É obrigatório o uso de máscara dentro do edifício antes, durante e depois das sessões
• Desinfete as mãos e adote as medidas de etiqueta respiratória
• Mantenha a distância de segurança e evite o aglomerar de pessoas
• Traga o seu bilhete de casa ou, caso tenha mesmo de comprar o bilhete no TBA, escolha o pagamento contactless por cartão de débito ou MBway.
• Coloque as máscaras e luvas descartáveis nos caixotes de lixo indicados
• Nas entradas e saídas, siga as recomendações da equipa do TBA
• Não é possível alterar o seu lugar após indicação do mesmo pela Frente de Sala.

Helgard Haug é autora, diretora e cofundadora dos Rimini Protokoll.

É neste âmbito que desenvolve peças de teatro, intervenções, instalações cénicas e peças radiofónicas em várias constelações, muitas vezes com especialistas que testaram os seus conhecimentos e competências para além do teatro. Além disso, os Rimini Protokoll gostam de traduzir espaços ou ordens sociais em formatos teatrais. Muitas das obras do grupo caracterizam-se pela interatividade e por uma abordagem lúdica à tecnologia.

Os Rimini Protokoll foram galardoados com inúmeros prémios pelo seu trabalho. Por exemplo, receberam o Prémio de Teatro FAUST em 2007 e o Prémio do Teatro Europeu em Salónica em 2008. Em 2011, a obra completa dos Rimini Protokoll foi premiada com o Leão de Prata na 41.ª Bienal de Teatro de Veneza. Em 2013, receberam o Prémio de Excelência do Festival de Artes dos Media Japoneses pela instalação de teatro multijogadores Situation Rooms sobre o comércio global de armas.

O trabalho que desenvolveram juntamente com Daniel Wetzel, em 2007, Karl Marx: Das Kapital, Erster Band, foi distinguido com o Prémio de Teatro de Mülheim, desencadeando um debate de grande alcance sobre novas autorias e teatro pós-dramático.

Quatro das peças dos Rimini Protokoll foram convidadas para o Berlin Theatertreffen, mais recentemente em 2000 a sua produção Chinchilla Arschloch, waswas.

Helgard Haug também recebeu vários prémios pelas suas peças radiofónicas: entre outros, recebeu o Prémio Radiofónico dos Cegos de Guerra em 2008, e mais recentemente o Prémio Radiofónico da ARD, o primeiro canal de televisão da Alemanha, em 2019.

Na Academia de Ausentes, a técnica de telepresença performativa desenvolvida para a Conferência será trabalhada com artistas, profissionais da sociedade civil e ativistas com a perspetiva de poderem vir a reproduzi-la de forma autónoma.

O foco temático está em questões de ausência, visibilidade, representação e resistência nos centros e periferias da cidade pós-colonial.

Este workshop acontece no âmbito do projeto ReMapping Memories Lisboa – Hamburg: Lugares de Memória (Pós-)Coloniais do Goethe-Institut.

Este teatro tem esta newsletter
Fechar Pesquisa