Saltar para conteudo
Visitar TBA
Anterior Anterior
16 Junho
Felipe Ribeiro

A Erótica do Explícito

Entrada livre (sujeita à lotação)
Discurso

16 Junho

quarta 18h

Discurso
Preço Entrada livre (sujeita à lotação) mediante inscrição prévia para o e-mail bilheteira@teatrodobairroalto.pt
Sala Manuela Porto
Duração 30 min.

Felipe Ribeiro é artista da imagem, curador independente e professor de dança da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A sua experiência com cinema experimental levou-o a uma investigação mais recente em que associa as artes do vídeo à performance duracional e à Land Art. É também um dos fundadores e diretor artístico da plataforma de pesquisa e curadoria Atos de Fala, que desde 2011 se dedica a expor e experimentar relações múltiplas entre a performance e o texto.

Condições de acesso
• À entrada do Teatro, será medida a temperatura sem registo, enquanto a medida for recomendada pelas autoridades de saúde.
• No TBA, é obrigatório o uso de máscara dentro do edifício antes, durante e depois das sessões.
• Desinfete as mãos e adote as medidas de etiqueta respiratória.
• Mantenha uma distância de segurança de 2 metros e evite o aglomerar de pessoas.
• Traga o seu bilhete de casa ou, caso tenha mesmo de comprar o bilhete na bilheteira, escolha o pagamento contactless por cartão de débito ou MBway.
• Coloque as máscaras e outros equipamentos de proteção descartáveis nos caixotes de lixo indicados.
• Nas entradas e saídas, siga as recomendações da equipa do TBA.
• Devido às indicações da Direção-Geral de Saúde, não é possível entrar na sala após o início da sessão ou alterar o seu lugar após indicação do mesmo pela Frente de Sala.

Esta conferência-performance (ou DJ-lecture) centra-se no erotismo dos funks brasileiros pós-feministas, extravasado em voz, versos e corpo. Ao atrelar descrições pornográficas a bom humor e gestos obscenos, o canto gritado das cantoras funkeiras cariocas torna-se uma forma vigorosa de desestabilizar o machismo estrutural que impera nos bailes e além deles. Que tipo de episteme de confronto é essa que se constrói no gozo e subvertendo as lógicas que por tanto tempo as objetificaram? Como acabam estes atos de terrorismo erótico por ter também impacto na cena queer?

Este teatro tem esta newsletter
Fechar Pesquisa