Saltar para conteudo
Visitar TBA

Infiltração

Sofia Dias e Vítor Roriz vão passar seis meses no Teatro do Bairro Alto e chamaram Infiltração a esta estadia: um processo de experimentação coletiva que junta a dupla de coreógrafos à equipa do TBA. Há espaço nesta permanência para a lentidão e para a invisibilidade, procurando inscrever na comunidade um corpo de trabalho — por oposição ao nomadismo de que muitas vezes é feita a vida dos artistas. Infiltração contempla a reposição de uma peça, a criação de duas performances e, em junho, a estreia de uma peça para cinco intérpretes. Há lugar ainda para atividades paralelas e até para a interferência dos coreógrafos nas rotinas de produção e programação do TBA.

Este teatro tem esta newsletter
Fechar Pesquisa